especialistasNo estudo, médicos especialistas são somente aqueles que obtiveram título após conclusão de Residência Médica ou por meio de sociedade de especialidade médica. O termo generalista é usado no estudo para designar o médico sem título de especialista.

Um total de 59,1% dos 114.345 médicos com endereço atualizado no estado de São Paulo são especialistas (Tabela 1). Os demais 40,9% são generalistas. Há 1,55 especialista para cada generalista no estado.

A regional com maior proporção de especialistas é a de Piracicaba, DRS 10, com 67,1%. Seguem as regionais de Campinas, DRS 7, com 63,9%, e de Sorocaba, DRS 16, com 59,3% de especialistas. Só a regional de Presidente Prudente, DRS11, tem menos especialistas que generalistas, são 42,6%. A regional da Grande São Paulo, DRS 1, repete quase exatamente a proporção do estado como um todo, com 59,5% de especialistas (Tabela 1).

Tabela 1. Distribuição de generalistas e especialistas segundo Departamento Regional de Saúde, 2016

DRSGENERALISTA%ESPECIALISTA%TOTAL
TOTAL4678440.96756159.1114345
DRS I2604240.53820259.564244
DRS II49242.766057.31152
DRSIII67741.495858.61635
DRS IV179547.1201752.93812
DRS V38041.653458.4914
DRS VI131840.4194259.63260
DRS VII417236.1739163.911563
DRS VIII50744.662955.41136
DRS IX93442.9124257.12176
DRS X88532.9180167.12686
DRS XI105457.478242.61836
DRS XII11546.913053.1245
DRS XIII204042.4277757.64817
DRS XIV47542.364857.71123
DRS XV198145.6236354.44344
DRS XVI161740.1241159.94028
DRS XVII230042.8307457.25374

Na faixa etária entre 35 e 55 anos, mais de 70% dos médicos são especialistas. Entre 40 e 45 anos, eles são quase 80%. A partir de 55 anos, a proporção já é menor, embora os especialistas continuem em maioria. Os generalistas são maioria apenas no grupo de até 30 anos, onde representam 86,1%. (Figura 1)

Figura 1. Distribuição de médicos generalista e especialista segundo idade, 2016.

Figura 1. Distribuição de médicos generalista e especialista segundo idade, 2016.

Entre os mais jovens, muitos cursam Residência Médica, por isso não são ainda especialistas. Nas faixas acima de 60 anos, parte dos médicos sem título formou-se quando não havia a exigência dos atuais critérios de titulação.